Search

Geração Familiar: Issei


Hoje falaremos sobre gerações familiares. Apesar de uma quantidade enorme de descendentes de japoneses, muitos não sabem ao menos, seu grau de descendência ou geração, seja por falta de informação ou de compreensão.


Por isso, no artigo de hoje, daremos uma pequena mãozinha numa sequência de quatro posts para as pessoas se identificarem e descobrirem seu grau de parentesco. Hoje, falaremos dos "Isseis".


Issei (一世, "primeira geração") é um termo em japonês usado em países da América do Norte e do Sul para especificar o povo japonês que foi a primeira geração a imigrar. O caráter e a singularidade do issei é reconhecido em sua história social.


O Brasil abriga a maior população étnica japonesa fora do Japão, com um número estimado em mais de 1,5 milhões (incluindo os mestiços), mais do que os 1,2 milhões dos Estados Unidos. Os isseis são uma parte importante de asiáticos no Brasil.


Também existem isseis americanos, canadenses e peruanos, apesar da maioria serem de nosso país.


Na década de 30, o termo Issei passou a ser usado, substituindo o termo "imigrante" (ijusha). Este novo termo ilustrou uma mudança na maneira de olhar para si mesmos. Também representava a ideia de começo, uma transformação psicológica relacionada a ser colonizado, ter uma comunidade distinta e a ideia de pertencer a um novo país.


Os isseis se estabeleceram em comunidades étnicas próximas e, portanto, não aprenderam inglês. Eles sofreram grandes perdas econômicas e sociais durante os primeiros anos da Segunda Guerra Mundial e foram incapazes de reconstruir seus negócios e economias perdidos.


As circunstâncias externas tendiam a reforçar o padrão de Issei ser predominantemente amigo de outros da mesma geração.


Ao contrário de seus filhos, eles tendem a confiar principalmente na mídia em língua japonesa (jornais, televisão, filmes) e, em alguns sentidos, tendem a se considerar mais japoneses do que nipo-estrangeiros.

2 views